MATRIZ

02 DE JULHO DE 1957: Fundação da Paróquia.

15/08/1957: Dom Manuel da Silveira D’ Elboux, abençoava a pedra fundamental da nova Paróquia.

21/03/1957: Benção oficial da Igreja.

14/07/1957: Posse do 1º Pároco.

23/03/ 1958: 1º festa em honra a São José (na Vila Feliz)

1960:  Realizou-se a Compra do Terreno na praça Capão Raso, área de 5,700 m2. Valor: Cr 2.550,000,00

24/12/1961: celebrado a 1ª missa na praça Capão Raso

Julho de 1965: surgiram as primeiras paredes da nova igreja.

17/06/1969: O Núncio no Brasil D. Sebastião Baggio. Rezou missa na com. Vila Feliz (Época paróquia)

01/05/ 1975:  Consagração do Altar, Arcebispo Dom Pedro A. Marchetti Fedalto

17/06/1981: Pegou fogo na Igreja

 

JUBILEU DE PRATA

Dia 31/10/1983 ocorreu a Missa Presidida por D. Ladislau Biernaski. Ocasião do 25 anos da fundação da paróquia.

30/09/2006: Consagração do Altar e dedicação da Igreja.

JUBILEU DE OURO

01/10/2006: Solene dedicação o Altar da Igreja Matriz – Dom Moacyr José Vitti

07/07/2007   Dom Pedro presidiu a Missa de Ação de Graças, pelos 50 anos.

Assim falou o pároco pe. Pedro: “Queremos continuar a tornar esta casa, uma casa acolhedora, casa de comunhão, rosto da Trindade”

18 /03/ 2012: ELEVAÇÃO A SANTUÁRIO DIOCESANO DE SÃO JOSÉ.

28/02/2012: Aprovação eclesiástica da Novena de São José.

01/05/2013: Inauguração da Imagem de São José, com 3,5m.

JUBILEU DE DIAMANTE (60 anos )

25/06/2017: SEMANA DE PREPARAÇÃO.

05/08/2018: Posse do Pároco Reitor Côn. Ivanir Leonardi e o vigário Pe. William R. da Silva Lemes

COMUNIDADE VILA FELIZ (1952)

02 DE JULHO DE 1957: Fundação da Paróquia.

 15/08/1957: Dom Manuel da Silveira D’ Elboux, abençoava a pedra fundamental da nova Paróquia.

21/03/1954: Benção oficial da Igreja.

14/07/1954: Posse do 1º Pároco.

23/03/ 1958: 1º festa em honra a São José (na Vila Feliz)

19/08/2012: Bodas de Diamante da Comunidade.

09/04/2011: Dedicação do altar da Comunidade Nossa Senhora da Assunção-  Pelo bispo auxiliar D. João C. Seneme.

19/08/2012: Bodas de Diamante   da comunidade Nossa Senhora da Assunção

09/04/2011: Dedicação do altar da Comunidade Nossa Senhora da Assunção- D. João C. Seneme.

COMUNIDADE VIANNEY (1970/75)

A comunidade foi fruto das missões populares, ocorridas em 1975. Fruto de muito trabalho e muita luta deste povo na arrecadação de fundos através das quermesses, festas. E assim, foi conseguido erguer a comunidade.

O nome escolhido S. João Maria Vianney, foi para homenagear os padres, pois não   havia nenhuma igreja em Curitiba com este título.  Dom Pedro A. Marchetti Fedalto, Arcebispo Metropolitano de Curitiba,  sugeriu o nome e a comunidade aceitou com muito júbilo. Com a criação da comunidade Nossa Senhora do Rocio em 1981, algumas pessoas se deslocaram para a nova comunidade pois residiam perto.

Pastoralmente a comunidade foi assistida desde o início pelos padres formadores os Carlistas e pelos seminaristas que realizavam seus trabalhos pastorais. E posteriormente pelo Pe. Estanislau, sacerdote padre Jesuíta que vinha do colégio Medianeira aos domingos. Com a chegada dos padres diocesanos em 2001, o trabalho pastoral foi redirecionado a nível paroquial.

Em 27/02/2016 foi realizado a Consagração do Altar da Comunidade S. João Maria Vianney. D. José Mario Scalon Angonese, bispo auxiliar da Arquidiocese realizou a cerimonia, estavam presentes o pároco Pe. Pedro Pereira, Pe. Roberto Nentwig.

COMUNIDADE NOSSA SENHORA DO ROCIO (1981)

No início de 1981, a Imobiliária José Izar, fez doação de 2 terrenos para que fosse dado início a construção de uma nova comunidade, aqui neste setor. A doação era exclusiva para a construção da nova comunidade, não podendo ser usado para outros fins. E assim ocorreu o  casal, católicos praticantes generosamente doaram os terrenos.

No início de 05 de Abril de 1981, foi escolhido como nome da comunidade: Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Estado do Paraná.

No dia 24 de Maio de 1981, foi celebrada a 1º missa pelo pároco: Pe. Albino Vico, missa campal estavam presentes aproximadamente 200 pessoas. Os moradores não se cansavam no envolvimento com os trabalhos.  Missa rezada em cima d em cachote de madeira. O primeiro coordenador da caple foi o sr. Boleslau Oliva

Em 15 de Novembro de 1981, foi inaugurado o Centro comunitário Nossa Sra. Rocio. Tudo que era realizado advinham de doações. As festas sempre contavam com doações de prendas. A capela de madeira, foi construída pelos trabalhos voluntários de todos que com muita dedicação ajudavam. Com a aquisição destes dois terrenos, sentiu-se na necessidade de adquirir 3 terrenos, assim foram comprados.

Nos dias 19 e 20 de junho de 1982, foi realizado a 1º festa junina na comunidade com a participação surpreendente e maciça dos moradores. Os anos foram se passando e a comunidade não parou, com o aumento da população local foram realizadas várias reformas e ampliações nas instalações.

No dia 13 de Janeiro de 1990,  ficou decidido pelo conselho comunitário que a capela já estava pequena e deveria ser construída uma capela maior. Em Dezembro de 1990, ficou decido que a construção da nova capela deveria dar início imediatamente, haviam duas situações: por a documentação em ordem e o problema com a nascente que existia no terreno e que fosse resolvido pela prefeitura.

No dia 16 de setembro de 1991, ficou decidido que a 1º eucaristia marcada para o dia 13 de Dezembro de 1992,  deveria ser realizada na nova capela, havia uma motivação de todos para que as obras se concluíssem a tempo. Em 24 de junho de 1992, foi feito o lançamento da pedra fundamental para inicio da construção da nova capela.

O dia 13 de Dezembro de 1992, chegou, e foi organizado uma grande procissão que  saiu da Rua Sta. Regina até a capela com a participação das crianças da catequese e uma multidão de fiéis andavam com a imagem de Nossa Senhora do Rocio e o Crucifixo à frente, chegando até a nova comunidade. Foi nesta 1º missa na nova capela, a atual em que estamos, que ocorreu a benção da imagem de Nossa Senhora do Rocio e 60 crianças receberam pela 1ª Eucaristia. Dia de festa e muito júbilo.

Em 1996, foi realizada a 1º missão na comunidade, onde a chama missionária despertou muitas lideranças. Depois desta data muitas comissões foram formadas, muitos padres por aqui passaram e junto com toda a comunidade, realizaram trabalhos em prol da evangelização. Ocorreram diversas reformas na capela, no centro catequético, no salão de festas e hoje podemos ver tudo que já foi feito.

Em 2006, a comunidade completou Jubileu de Prata.  E,  foi introduzida a em 29 de Novembro na missa domical as 10h,  a nova imagem de Nossa Senhora do Rocio. A nova imagem feita em madeira pelo artista plástico Amauri Schenfeld, tem aproximadamente 80cm e foi introduzida no altar.

No ano de 2016 a comissão  Caep, juntamente com o Pe. Pedro Pereira, pároco, decidiram reformar a igreja, e uma melhor adequação do presbitério, sacristias, pia batismal. Logo iniciaram  as reuniões.

Hoje, cabe a nós a partir de agora realizarmos a nossa parte para que no futuro as gerações também deem continuidade na construção do edifício da fé.